terça-feira, 22 de setembro de 2009

Cinco Esses....(5s)

Acabei de voltar de uma palestra organizada pela minha empresa (ou melhor, pela empresa que eu trabalho). O assunto da palestra era a implantação de um Projeto organizacional de estratégias visando uma funcionalidade maior da Empresa em si.

O nome do projeto não é novidade alguma (pelo menos eu acredito) no setor empresarial: 5s, ou seja, os cinco sensos comportamentais: Utilização (seiri), organização (seiton), limpeza (seisou), higiene e saúde (seiketsu) e educação (shitsuke).

Mas, o motivo de eu estar aqui agora, não tem nada a ver com os 5s, e sim, com a Palestrante. Poizé, tudo por que eu tenho um ódio mortal de pessoas que se expõem a frente de outras pessoas, no intuito de lhes instruir sobre algo novo, e não respeitam o maldito Português. Quase não consigo tolerar de raiva e meu estômago borbulha de vontade de Ridicularizar a tal pessoa... Tá bom, eu sei que não sou nem um professor de gramática, mas, pelo menos, tenho a plena certeza de que não conjugaria verbos tão horrivelmente quando ela, a Palestrante.

Sério, alguém que diz em alto e bom som “... SÓ ASSIM TEREMO AMBUDANCIA DE PRODUTO...” não merece ser Front-man em uma palestra.

E a postagem de hoje é sobre isso. Ouvi atentamente a todos os Dinossauros gramáticos ditos pela Palestrante, anotei-os, e agora os compartilho com o leitor.

1- No data show estava escrito: “È uma forma de se relacionar melhor com os colegas de trabalho e até, quem sabe, instituir amizades no setor...”.

Ela leu: “É uma forma de SE RELACIONAR-SE melhor com os COLÉGA de trabalho e até, quem sabe, INSTITUIR-SE HONESTIDADES DO SETOR...”

(Que? Quem é que consegue ler Honestidades no lugar de amizades? Puta bola fora! Olhei para a menina que estava auxiliando a palestrante com o POWER-POINT – era ela quem adiantava os Slides-, e percebi uma gargalhada reprimida nos seus lábios).

2- No data show estava escrito: “Ter um LAYOUT funcional e prático”.

Ela leu: “Ter um LAI-ÓU-TI-QUE (Cuma?) funcional e prático”.

( sei lá de onde ela inventou essa palavra. Sinceramente, ela dizia essas coisas e nem ruborizava. Pensei: “mó sem vergonha essa tiazinha, hein?”. Olhei para a ajudante dela. Seu rosto avermelhou de leve. Notei que era ela quem se envergonhava pela parceira).

3- No Data show estava escrito: “Manter excelentes condições de higiene nas áreas comuns”.

Ela leu, ou melhor, inventou: “MANTER-SE EXCELENTE E EM CONDIÇÔES DE HIGIENE NAS ÁREAS COMUNS”.

(Bom, pelo menos uma coisa ela acertou nessa frase: Não dá pra aturar gente fedida trabalhando no mesmo lugar que você, né?Olhei para a ajudante dela. Senti um ar de tristeza percorrer-lhe o semblante).

4- No Data Show estava escrito: “Exercitar o aprendizado continuamente”.

Ela leu: “EXERCITAR-SE o aprendizado COSTUMEIRAMENTE”.

(foi o ápice. Olhei para a sala cheia e notei que todos repararam o erro, exceto a palestrante. Olhei para a ajudante dela e dessa vez ela não conseguiu se segurar.
Abaixou a cabeça entre os braços e se afinou de rir).

A palestra acabou e eu, atônito, não entendi por que a sala não saudou a palestrante com palmas (ela merecia uma gloriosa salma de palmas por se expor ao ridículo com tanta naturalidade, não?). Todos se levantaram rápido e foram embora. Não sei se eles gostaram da palestra, mas eu, com certeza adorei. Até por que é difícil você encontrar pessoas que se expõem a frente de outros e cometam tantos erros de português...


video
...Não é seu presidente?

Nenhum comentário:

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Um Camaleão dentro de um Aquário...Ou, numa linguagem mais Denotativa, alguém que Vive uma flexível versão de Si mesmo. Não morreria por quem sou agora, mas, talvez, por quem poderia vir a ser amanhã... Dentro do Aquário, quer dizer que estou dentro da VIDA....Quer dizer que VIVO! E este Blogue, nasceu com o único propósito de Descarregar algumas das minhas Ilusões, dos pensamentos, dos contos que Pairam pela minha Mente, das coisas que já fiz...Enfinx, é uma mistura de Diário da vida com Um diário de uma imaginação...